Janeiro Roxo: Todos Juntos no combate a hanseníase
21 de janeiro de 2019
Live sobre cuidados com a pele na quarentena
28 de abril de 2020

O que fazer para prevenir e tratar o envelhecimento das mãos?

É fato que o dorso das mãos envelhece ‘mais rápido’ que a pele do rosto. Felizmente, há prevenção e tratamentos estéticos que retardam o processo

É muito comum eu receber aqui no consultório pacientes que reclamam que o dorso das mãos parece mais envelhecido que a pele do rosto.
Para ilustrar isso, coloque o dorso das mãos lado a lado com a pele do rosto de uma pessoa de 50 anos, que trata muito bem da pele facial, e entenderá o que estou falando, veja o exemplo da cantora Madonna abaixo:

O processo de envelhecimento da pele é resultante de um conjunto de ações internas, ou intrínsecas, como o histórico genético, e externas, ou extrínsecas, como a exposição solar — aliás, o principal fator de envolvido no envelhecimento cutâneo.

Por essa lógica, áreas mais expostas à radiação solar tendem a envelhecer de forma mais intensa, o que é ainda mais intensificado com a associação às condições próprias da cútis, como, por exemplo, espessura da pele decorrente da quantidade de fibras colágenas. Pronto, está explicado o envelhecimento exagerado do dorso das mãos em relação ao rosto. Contudo, nem tudo está perdido e, a partir de agora, explicarei o porquê.

Por que o dorso das mãos parece mais velho que o rosto?

O dorso das mãos tem particularidades próprias de estilo de vida do seu dono: as pessoas, em geral, não o protegem como fazem com o rosto, onde usam chapéus, maquiagem, filtros solares e cremes antienvelhecimento. Simplesmente negligenciam essa área do corpo, até porque, durante o dia, lavar as mãos é muito mais frequente que lavar o rosto, o que demandaria retoques de cremes com fator de proteção solar (FPS) de maneira mais corriqueira. Ademais, o uso de luvas, principalmente as que conferem efeito fotoprotetor à sua trama especial, seria mandatório. Aliás, o uso dessas luvas preveniria as manchas solares no dorso das mãos, geralmente, também, mais notórias que as do rosto

Associado à fotoexposição, o dorso das mãos têm particularidades anatômicas.Essa região tem uma espessura muitas vezes mais fina que do rosto, o que resulta em uma quantidade menor de fibras colágenas. Com isso, a radiação solar — que não escolhe pontos da pele para atuar de maneira desigual, ou seja, ela incide no rosto igualmente como nas mãos — consegue atingir níveis mais profundos da derme, a segunda camada da pele, e a destruição de colágeno consegue se fazer de maneira inesteticamente mais visível e precoce. O resultado, tal como flacidez, rugas e ressecamento da pele, é mais evidente.

Prevenção do envelhecimento das mãos

Nunca é tarde para retardar o envelhecimento do dorso das mãos. Se não começou, ainda, comece agora! APLIQUE FILTROS SOLARES FREQUENTEMENTE NAS MÃOS. O ideal é usar produtos com FPS alto, de preferência, acima de 30, retocando-o várias vezes ao dia e sempre que lavar as mãos.

Se for permanecer muito tempo ao ar livre ou dirigindo, use luvas que conferem efeito fotoprotetor à sua trama de tecido; existem várias no mercado e, a grande maioria, tem FPS equivalente a 50. Durante a noite, a aplicação de um bom produto hidratante, alguns, sob orientação de um dermatologista, com substâncias ácidas em sua fórmula, podem ser bom aliados na abordagem antienvelhecimento do dorso das mãos.

Tratamento do envelhecimento das mãos

Nunca é tarde para tratar o envelhecimento da pele, mas, quanto mais tarde for, menores poderão ser as chance de se ter um resultado satisfatório. Isso se aplica para o corpo todo, não só para as mãos.

Muitos são as formas de abordagem do envelhecimento, desde a mudança do estilo de vida, como uso de produtos com FPS na fórmula e luvas, passando por produtos tópicos de uso noturno, como os derivados do ácidos retinoico e ácido glicólico, prescritos por dermatologistas, até chegar nos procedimentos médicos.

No campo dos procedimentos médicos, há uma infinidade de produtos e tecnologias: peelings, laser, luz intensa pulsada, preenchedores à base de ácido hialurônico e estimuladores de colágeno, como ácido poli-l-láctico e hidroxiapatita de cálcio.

Dentre os peelings, usa-se muito os de ácido glicólico, ácido retinoico e ácido tricloroacético. Entre os lasers, os de Erbium e CO2, principalmente os fracionados, têm destaque, assim como a luz intensa pulsada, tecnologia luminosa não laser, muito empregada pelos dermatologistas. O ácido hialurônico, preenchedor conhecido por seu uso em larga escala na face, também pode ser usado, a fim de diminuir os sulcos e as depressões na pele do dorso das mãos, que acentuam o contorno de veias e tendões musculares.

Sobre os bioestimuladores de colágeno, o ácido poli-l-láctico e a hidroxiapatita de cálcio são injetados na fina derme dos dorsos das mãos, atuando como estimuladores de fibroblástos, células que produzem colágeno, a fim de se restaurar a espessura da pele.

Acha que esse post tocou sua mão em cheio? Então, sugiro que você procure um dermatologista, coloque a ele o que lhe incomoda e, juntos, discutam o que seria melhor para o seu caso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pré-inscrição Workshop Peeling

×
WhatsApp chat